HISTÓRICO

A semente do Acalanto foi plantada em solo fértil nos anos 60 quando uma família que muito entendia de amor realizou uma adoção inter-racial, fato pouco comum para a época.

A atitude de Antônio e Vanda, pais de 8 filhos, que vivenciaram a adoção de forma plena, contribuiu para que a maioria de seus filhos incluíssem a adoção em seu planejamento familiar.

Essa grande corrente de amor abriu outras possibilidades de trabalho e, em 1990, a convite do psicólogo Fernando Freire, formou-se um grupo que visava à capacitação dos pretendentes à adoção para que nosso país pudesse vivenciar uma nova cultura de adoção voltada para as crianças e adolescentes disponíveis.

Após muitas reuniões, em 1993, nasce o Projeto Acalanto, hoje Associação Acalanto, com a missão de: prevenir o abandono de crianças e adolescentes, atuando junto às famílias em situação de vulnerabilidade social; preparar as famílias pretendentes para garantir uma adoção consciente em benefício da criança.

O trabalho segue até hoje e ganhou diversos adeptos que, dispostos a abraçarem a causa, atuam em prol do melhor interesse da criança.

 

VISÃO

QUE TODA CRIANÇA E ADOLESCENTE TENHAM ASSEGURADO O SEU DIREITO DE CONVIVÊNCIA FAMILIAR COM CUIDADORES CONSCIENTES E RESPONSÁVEIS DE SEU PAPEL.

VALORES

RESPONSABILIDADE DOS CUIDADORES, COMPROMISSO COM A FAMÍLIA, BEM-ESTAR DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE, DESENVOLVIMENTO DE POSTURA CIDADÃ COM DIREITOS E DEVERES, ENGAJAMENTO SOCIAL E ATITUDE ADOTIVA.

MISSÃO

PROPORCIONAR ÀS CRIANÇAS E ADOLESCENTES QUE VIVEM EM SITUAÇÃO DE RISCO SOCIAL, UM AMBIENTE EQUILIBRADO E ADEQUADO PARA SEU CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO, SEJA EM SUA FAMÍLIA DE ORIGEM, FAMÍLIA ACOLHEDORA OU FAMÍLIA ADOTIVA

DIRETORIA EXECUTIVA

Presidente
Vice Presidente
1ª Secretária
Tesoureira
Conselheira Fiscal
Conselheira Fiscal
Conselheira Fiscal